Economia

Abic: índice de oferta cai e aponta, segundo a indústria, suprimento crítico

Abic: índice de oferta cai e aponta, segundo a indústria, suprimento crítico

Na xícara: A Três Corações investe em parcerias com padarias e cafeterias para garantir a qualidade da bebida levada ao consumidor

São Paulo, 18/4 – O Índice de Oferta de Café para a Indústria (Ioci) atingiu 4,88 pontos no período entre 10 e 13 de abril. O resultado corresponde a um indicativo de suprimento considerado “crítico” pela Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic).

“Indica que as empresas de todos os portes não têm a oferta regular de café em grão, com o abastecimento difícil”, diz a associação, responsável pela elaboração do índice. Na semana anterior, o Ioci estava em 6,75 pontos, sinalizando suprimento “seletivo”.

Para a indústria, o quadro relata a produção menor na última temporada, sobretudo da variedade conilon. A nova safra de café chega no mercado no segundo semestre.

Considerando apenas a oferta de café conilon, cuja safra no Espírito Santo, principal Estado produtor, foi prejudicada nos últimos dois anos pela estiagem, o Ioci variou de 6,42 para 4,27 pontos, também passando a indicar oferta crítica.

“A oferta de conilon pode estar prejudicada, e as empresas reportam que não encontram vendedores para lotes de conilon de quantidade grande. A expectativa de safras menores em 2017 acentua a preocupação de se buscar uma solução imediata para essa crise de abastecimento”, diz a Abic na nota.