Notícias

ABPA: protesto de fiscais ainda não causa atraso na produção e exportação

São Paulo, 17 – A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) disse nesta segunda-feira, 17, que, até o momento, não foram relatados atrasos significativos na produção e nos embarques de produtos da avicultura e da suinocultura do Brasil devido à paralisação hoje dos auditores fiscais federais agropecuários. O protesto, de 24 horas, é para pressionar o Ministério da Agricultura a realizar concurso público para preencher 1.600 vagas de fiscais. Em nota, a ABPA ressalta a importância do Serviço de Inspeção Federal para a manutenção do status sanitário e da qualidade do sistema de produção e diz “confiar em uma solução efetiva, sem prejuízos aos setores”.

“Em um cenário extremamente delicado como o atual, com o País trabalhando para reconquistar a credibilidade internacional do sistema produtivo e de inspeção, interrupções e paralisações podem acarretar perdas para todos os que atuam em prol da cadeia produtiva”, afirma a associação. Os fiscais reivindicam a autorização de concurso público para recomposição do quadro funcional e protestam contra uma medidas adotadas pelo Ministério da Agricultura, como contratações temporárias.

Nesta segunda-feira, o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical) recomendou que nenhum fiscal acesse os sistemas do ministério para realizar suas atividades. Desta forma, cargas para exportação não serão inspecionadas e o trabalho nos frigoríficos não será fiscalizado.