Notícias

Faesp defende punição de envolvidos e reafirma crença em instrumentos de controle

São Paulo, 20/3 – A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) defendeu “a apuração e punição exemplar” dos envolvidos nos casos denunciados pela Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal na sexta-feira, 17, ao mesmo tempo em que reafirmou a crença no trabalho do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento por meio do Sistema de Inspeção Federal (SIF) e outros instrumentos de controle. “A Faesp está certa de que, a partir de agora, os padrões de qualidade e fiscalização serão ainda mais rígidos para manter o desenvolvimento do setor e ofertar – cada vez mais – produtos de qualidade para os consumidores no Brasil e no exterior”, destacou a federação, em nota divulgada nesta segunda-feira, 20.

A Faesp sublinhou ainda que o crescimento econômico do Brasil nas últimas décadas teve a contribuição fundamental da agropecuária brasileira e que a pecuária tem um papel importante neste cenário.

“Não por acaso, o Brasil se tornou referência mundial na produção de proteína animal, exportando carne bovina, de frango e suína para mais de 160 países”, assinalou a federação.

A Faesp ressaltou que, nos últimos anos, a qualidade da produção pecuária brasileira evoluiu ainda mais, principalmente a partir de investimentos em sanidade, melhoramento genético, nutrição, bem-estar animal e boas práticas de produção.