Negócios

JBS Paraguai destaca exportações 12% maiores de carne bovina em 2016

JBS Paraguai destaca exportações 12% maiores de carne bovina em 2016

São Paulo, 23 – A JBS Paraguai exportou 12% mais carne bovina in natura em 2016 na comparação com o ano anterior. As vendas da empresa para o mercado local cresceram 2,5%. Em nota, Felipe Azarias, presidente da JBS Paraguai, disse que “as ações realizadas nas plantas vêm intensificando os ganhos de eficiência e de produtividade que, somados à contínua melhoria das condições verificadas no país, contribuíram para a elevação nos volumes comercializados”. Também no ano passado a companhia registrou o melhor resultado operacional desde 2009: crescimento de 30% no Ebitda por cabeça de gado em relação a 2015. Atualmente, 85% de toda produção da JBS Paraguai é escoada para fora do país e tem como principais destinos Chile, Rússia, Vietnã, Brasil, Israel, Alemanha, Holanda, Iraque e Kuwait.

“O Paraguai passou a ter um papel ainda mais relevante na economia do Mercosul devido ao seu significativo e sustentável crescimento econômico na última década. Além disso, a estabilidade monetária, a existência de programas consistentes para atrair investimentos, a abundância de água e terras férteis para a agricultura e pecuária tornam o país uma plataforma de produção importante e estratégica no fornecimento de alimentos para o mundo”, disse Azarias. Segundo ele, o rebanho do Paraguai cresceu 11,5% nos últimos cinco anos. “A capitalização do crescimento interno se mostrou como uma boa oportunidade de negócios para a JBS, pois a forte plataforma de exportação do país vai de encontro com a estratégia de globalização da companhia.”

A JBS tem no Paraguai três unidades de processamento de bovinos (Assunción, San António e Belén). Segundo a nota, com a inauguração do frigorífico de Belén, em outubro de 2016, a companhia assumiu a liderança de mercado de carne bovina no país e aumentará em 87,5% a capacidade de abate da empresa, que chegará a 3 mil cabeças por dia.