Economia

Maggi diz que Brasil tem condições de exportar milho para o México

Maggi diz que Brasil tem condições de exportar milho para o México

espiga milho revista dinheiro rural ed 90 foto shutterstock

São Paulo e Brasília, 15/2 – O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse nesta quarta-feira, 15, que o Brasil pode vir a exportar milho para o México. “O México está em busca de novo fornecedor ou novos fornecedores”, disse ele em entrevista após solenidade no Palácio do Planalto para anunciar a oferta de cereal dos estoques públicos para atender a região Nordeste.

Maggi afirmou que a visita comercial da comitiva mexicana, que estava agendada para a semana que vem em São Paulo, foi adiada para o dia 20 de março. Ele não disse o motivo.

Ainda sobre o milho, o ministro afirmou que o governo vai criar condições para que, se houver demanda por parte do México, a exportação do cereal aconteça. “Vamos fazer acordos sanitários. É preciso fazer com que a legislação brasileira e a mexicana olhem uma para outra e possa acontecer essa exportação”, disse ao ser questionado se já existe um protocolo sanitário entre as nações para viabilizar a operação.

No México, o senador Armando Rios Piter, líder do Comitê de Relações Exteriores no Congresso, disse que pretende lançar nesta semana um projeto de lei para suspender as importações de milho dos Estados Unidos e direcionar estas compras para o Brasil e Argentina. O México está entre os principais importadores de milho do mundo.

De acordo com relatório mensal de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), o país deve importar 13,8 milhões de toneladas na safra 2016/17, com um consumo doméstico total previsto em 38,6 milhões de toneladas e uma produção interna projetada em 26 milhões de toneladas.