Economia

Produção de ovos de galinha cai 1,5% no 1º trimestre ante 4º tri de 2016, diz IBGE

Rio, 14/6 – A produção de ovos de galinha foi de 788,26 milhões de dúzias no primeiro trimestre do ano, informou nesta quarta-feira, 14, o Instituto Brasileiro e Geografia e Estatística (IBGE). O montante é 1,5% inferior ao registrado no quarto trimestre de 2016 e 4,1% superior ao registrado no primeiro trimestre de 2016.

A produção de 31,06 milhões de dúzias de ovos a mais, em nível nacional, na comparação do primeiro trimestre de 2017 com igual período de 2016, foi acompanhada do aumento de produção em 18 das 26 Unidades da Federação com granjas elegíveis ao universo da pesquisa.

“Os aumentos absolutos mais intensos ocorreram em São Paulo (+8,46 milhões de dúzias), Espírito Santo (+5,59 milhões de dúzias), Ceará (+5,28 milhões de dúzias) e Santa Catarina (+5,28 milhões de dúzias). Já as maiores reduções ocorreram no Paraná (-3,77 milhões de dúzias) e no Mato Grosso (-1,85 milhões de dúzias)”, diz a nota divulgada pelo IBGE.

Conforme o instituto, São Paulo se manteve como maior produtor de ovos dentre as unidades da federação, com 29,7% da produção nacional, seguido por Minas Gerais (9,6%) e Paraná (8,9%).