Hippus

Puro-Sangue

Cem anos de hipismo olímpico

Puro-Sangue

Duzentos atletas do hipismo de 42 países vão competir nos jogos equestres na Olímpiada de Londres, a partir do dia 27 de julho. Berço do adestramento, concurso completo de equitação (CCE) e salto, o Reino Unido tem uma plateia apaixonada pelo hipismo, especialmente entre os membros da monarquia. A rainha Elizabeth II é presença certa nas provas por medalhas. O Brasil compete nas três modalidades com dez atletas: quatro no salto, cinco no CCE, e com Luiza Tavares de Almeida no adestramento.

Master 2012

A grande final individual do Campeonato Brasileiro de Salto Master 2012 garantiu ouro para os cavaleiros Rômulo Rocha, campeão Master B, Anderson Lambertucci, com o prêmio Master, e Marcos da Silva Fernandes, o Master Top. Já o paulistano Emyr Costa Junior levou o título Master A.

 

A monarquia na pista olímpica

Zara Philips, neta da rainha Elizabeth II, conquistou vaga na equipe britânica do concurso completo de equitação (CCE). A amazona de 31 anos repete os feitos de seus pais, a princesa Anne e o capitão Mark Philips. A montaria de Zara Phillips é High Kingdom. A amazona já tinha tentado vaga na equipe na Olimpíada de Atenas (2004) e Pequim (2008), mas ficou de fora em razão de lesões de sua montaria.

 

Lusitano de primeira linha

O cavalo D’Accord do Mito, da Coudelaria Rocas do Vouga, de Itu (SP), saiu vitorioso da 31ª Exposição Internacional do Cavalo Lusitano, entre os dias 1º e 3 de junho. O evento, em Indaiatuba (SP), foi promovido pela associação brasileira dos criadores da raça. Foram premiados os melhores criadores e expositores. Manuel Tavares de Almeida Filho foi o primeiro colocado nas duas categorias.

Cânter

 

Em vigor desde 2009, o FEI Clean Sport, da Federação Equestre, foi criado para orientar o uso de substâncias e  métodos que podem ser considerados dopping para cavalos atletas. Com a palavra, Thomas Wolff, diretor de veterinária da Confederação Brasileira de Hipismo.

Como está sendo elaborada a nova lista?
Com sugestões enviadas por veterinários e cavaleiros de todo o mundo. Agora, um grupo formado por veterinários, farmacêuticos, toxicologistas e investigadores da FEI está analisando essas propostas.

O que parece ser um procedimento banal, mas corre o risco de ser considerado dopping?
É preciso cuidado com os medicamentos usados às vésperas de competições, ou com produtos do manejo diário, como massagens, xampus, etc., além dos suplementos adicionados à ração.

Como será feito o controle na Olimpíada de Londres?
Com rigor, por meio de exames laboratoriais e físicos, presença de fiscais dentro e fora da vila hípica e câmeras colocadas em pontos estratégicos. Só serão credenciados aquelesque apresentarem o ID Card de veterinário.

 

Tópicos

Hipismo