Geral

Abate de bovinos cresceu 1,2% em 2019

Crédito: Agência Brasil

O abate de bovinos registrou em 2019 a terceira alta anual consecutiva. Foram 32,44 milhões de cabeças, o que representou um crescimento de 1,2%, em relação ao ano anterior. O resultado contrasta com o cenário entre 2014 e 2016 quando houve quedas.

+ Custo de produção de suíno e frangos aumenta em fevereiro
+ Preço do boi na Austrália tem forte alta com recomposição de rebanhos
+ Preço do bezerro alcança recorde da série histórica, diz Cepea

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou os dados hoje (19), o crescimento foi impulsionado por aumentos em 15 das 27 unidades da federação. Os destaques foram Mato Grosso (430,55 mil cabeças), Mato Grosso do Sul (291,51 mil), São Paulo (224,23 mil) e Santa Catarina (60,15 mil). Já as quedas mais intensas foram no Pará (283,22 mil), em Goiás (199,50 mil) e no Rio Grande do Sul (167,86 mil).

Ainda conforme o IBGE, Mato Grosso permaneceu na liderança do ranking entre as UFs, com 17,4% da participação nacional, seguido por Mato Grosso do Sul, com 11,1%, e Goiás com 10,3%).

No entanto, com o abate de 8,07 milhões de cabeças de bovinos, o último trimestre de 2019 apresentou queda de 1,4% em relação ao quarto trimestre de 2018 e 5,0% inferior ao registrado no terceiro trimestre de 2019.

Abate de bovinos cresceu 1,2% em 2019

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?