Economia

Abiove eleva previsão de exportação de óleo de soja e mantém projeção para farelo

Abiove eleva previsão de exportação de óleo de soja e mantém projeção para farelo

Colheita de soja. Foto Jonas Oliveira/ANPr

São Paulo, 11 – A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) ajustou sua projeção para a exportação e estoques finais de óleo de soja. Os embarques do produto para o exterior deverão somar 800 mil toneladas, ante 700 mil t esperadas em maio.

A previsão de produção ficou estável em 8,6 milhões de toneladas, e o consumo interno de óleo foi mantido em 8,1 milhões de toneladas.

Já os estoques do produto na atual temporada devem ficar em 159 mil t, abaixo dos 259 mil t da previsão do mês de maio.

Para o farelo, a associação manteve a estimativa: a produção deve ser de 32,6 milhões de toneladas, a exportação de 16,2 milhões de toneladas, o consumo interno de 16,3 milhões de toneladas e o estoque final de 1,885 milhão de t.

GRÃOS – Na produção de grãos, as entidade manteve a sua estimativa para a soja no Brasil na temporada 2018/19, em 117,6 milhões de toneladas. No ciclo 2017/18, a produção foi de 123,1 milhões de toneladas. A previsão de exportação também ficou estável, em 68,1 milhões de toneladas.

Em 2018, o Brasil exportou 83,6 milhões de toneladas de soja em grão. A projeção de processamento também foi mantida em 43,2 milhões de toneladas. No ano passado, foram esmagados 43,6 milhões de toneladas.

A estimativa para o estoque final de soja em grão neste ano ficou estável em 5,637 milhões de toneladas, bem acima do total de 2,796 milhões de toneladas de 2018.