• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 187 08.08Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 187 08.08Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias17/12/2021

Agricultura suspende comercialização de mais de 151 mil garrafas de azeite

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo17/12/21 - 17h56min

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) suspendeu a comercialização de 151.449 garrafas de azeite de oliva, de 24 marcas diferentes, em operação de fiscalização realizada em seis Estados. A ação tinha como foco retirar das prateleiras dos supermercados produtos considerados impróprios ao consumo.

Entre as irregularidades, estão produtos sem registro no Ministério, fraudados, clandestinos ou contrabandeados. A operação aconteceu nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Goiás, Paraná e Santa Catarina.

Ainda durante a ação, que contou com o apoio da Anvisa, "foram encontradas três fábricas clandestinas que estavam envasando azeites que nada mais eram do que mistura de óleos vegetais de procedência desconhecida", diz a nota.

O Ministério também suspendeu o registro de uma fábrica localizada no interior de São Paulo, após a constatação de adulteração na fabricação de seus produtos durante o ano de 2021.

A operação de fiscalização levou em consideração o aumento do consumo de azeite de oliva no mês de dezembro, por conta das festas de final de ano.

"Os consumidores não devem comprar os azeites dessas marcas [veja lista abaixo]. Fica o alerta também para os supermercados, pois o local que estiver com um desses produtos expostos à venda se responsabilizará pela irregularidade e responderá perante o Ministério com multas que podem chegar a R$ 532 mil reais", destacou o diretor do Departamento de Inspeção de Produtos Origem Vegetal, Glauco Bertoldo.

As marcas suspensas eram comercializadas em todo o País. De acordo com a pasta, o azeite de oliva é o segundo produto mais fraudado do mundo, atrás apenas do pescado.

Veja abaixo as marcas de azeite de oliva que foram apreendidas pelo Ministério de Agricultura:

Alcazar

Alentejano

Anna

Barcelona

Barcelona Vitrais

Castelo dos Mouros

Coroa Real

Da Oliva

Del Toro

Do Chefe

Épico

Fazenda Herdade

Figueira da Foz

llha da Madeira

Monsanto

Monte Ruivo

Porto Galo

Porto Real

Quinta da Beira

Quinta da Regaleira

Torre Galiza

Tradição

Tradição Brasileira

Valle Viejo

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
agricultura