Geral

Agrifatto: China nunca se mostrou com tanto apetite por carnes

Crédito: Agência Brasil

Campo Grande, 17 – A China nunca se mostrou com tanto apetite por carnes como agora, disse a médica veterinária Lygia Pimentel, diretora da Agrifatto Consultoria, que participa do webinar “Boi China: como aproveitar essa oportunidade”, promovida pela Tortuga/DSM.

Segundo ela, com esse movimento da China, o Brasil já está exportando aproximadamente 30% de toda a carne bovina in natura que produz, sendo que em abril o índice chegou próximo a 40%.

+ Commodities e China dominam exportações do Brasil em maio, indica FGV
+ Itaú BBA: importação chinesa de carnes persiste até plantel doméstico se recompor

De acordo com a consultoria, de toda a exportação, 54% seguem, em média, para a China, hoje o maior comprador da proteína brasileira. Lygia Pimentel cita, ainda, que o preço médio recebido pela carne exportada é de US$ 4,5 mil/tonelada, enquanto a China vem remunerando a tonelada a US$ 5,1 mil. “Estamos vendo o efeito do boi China estimulando os frigoríficos a abater. Atualmente só este país asiático leva certamente mais de 10% de toda a carne produzida no Brasil”, afirma.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?