• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 187 08.08Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 187 08.08Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias05/07/2022

AIE: consumo global de gás natural deve cair em 2022 e crescer nos próximos anos

05/07/22 - 12h49min

Relatório da Agência Internacional de Energia (AIE), divulgado nesta terça-feira, 5, mostra que o consumo global de gás natural deve se contrair ligeiramente em 2022 e crescer lentamente nos próximos três anos, à medida que a guerra da Rússia na Ucrânia aumenta os preços e alimenta os temores de mais interrupções no fornecimento.

"A demanda global de gás deve aumentar em um total de 140 bilhões de metros cúbicos (bcm) entre 2021 e 2025, menos da metade da quantidade prevista anteriormente e menor que o aumento de 170 bcm visto apenas em 2021", diz o texto. "Os preços recordes de gás estão deprimindo a demanda e fazendo com que alguns usuários de gás mudem para carvão e petróleo, enquanto os recentes cortes acentuados nos fluxos de gás russo para a Europa estão levantando alarmes sobre a oferta antes do inverno", completa.

De acordo com o documento, a turbulência está prejudicando a reputação do gás natural como uma fonte de energia confiável e acessível, "lançando dúvidas sobre o papel que se esperava que desempenhasse em ajudar as economias em desenvolvimento a atender à crescente demanda de energia e à transição de combustíveis mais intensivos em carbono".

O relatório traz ainda que a região Ásia-Pacífico deverá responder por metade do crescimento esperado na demanda global de gás até 2025. Já as exportações russas de gás de gasoduto para a União Europeia (UE) cairão mais de 55% entre 2021 e 2025. "O compromisso da União Europeia de eliminar gradualmente as importações de gás da Rússia - historicamente, seu maior fornecedor - está tendo repercussões globais, já que a crescente demanda da Europa por GNL atrai entregas inicialmente destinadas a outras regiões", ressalta.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais