Notícias

Amilton admite negociação com municípios: houve demandas com carta da Davati

Confrontado com informações trazidas pelos integrantes da CPI da Covid, o reverendo Amilton de Paula precisou ajustar seu depoimento e admitiu que a Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários (Senah), a qual preside, abriu diálogos sobre venda de vacinas com prefeituras. Antes, ele afirmou que a entidade não fez negociação com municípios. “Eu não conversei com nenhum governador, prefeito”, havia dito anteriormente.

No entanto, o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), exibiu durante a oitiva uma carta da Senah encaminhada a uma associação de municípios do Acre. “Sobre a questão dos municípios, houve sim essas demandas, com a carta de encaminhamento da Davati a municípios. Quem fez isso foi o Renato Gabbi (integrante da Senah). Eles têm acesso ao próprio e-mail da presidência”, reconheceu o reverendo.

Em outro ajuste no depoimento, Amilton afirmou que pode ter se encontrado com o ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias. Dias foi exonerado da pasta após o cabo Luiz Dominguetti acusá-lo de ter pedido propina de US$ 1 por dose vacina.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?