Geral

Argentina alerta sobre nuvem de gafanhotos na fronteira com o Brasil

Crédito: Reprodução / Twitter

As nuvens contêm cerca de 40 milhões de gafanhotos que podem destruir plantações (Crédito: Reprodução / Twitter)

Uma nuvem de gafanhotos foi avistada na cidade de Santa Fé, na Argentina, ameaçando a agricultura local. A previsão do Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa), do governo argentino, é que os insetos cheguem hoje (23) a cidade de Entre Ríos, ao sul de Corrientes, na fronteira com o Uruguai.

O problema é preocupante para o Brasil pela proximidade com a fronteira do Rio Grande do Sul. A entidade criou um mapa interativo para monitorar a situação e avisar os agricultores. Para as autoridades locais, a nuvem chegou ao País pelo Paraguai.

+ Vídeos mostram casas cobertas de gafanhotos do deserto na Índia
+ Índia tem 50 mil hectares de plantações destruídos por gafanhotos do deserto
+ FAO alerta para ataque massivo de gafanhotos do deserto em junho na África Oriental

As nuvens contêm cerca de 40 milhões de gafanhotos que podem destruir plantações. Eles se agrupam para procurar alimento e boas condições climáticas, com ventos fortes, podem facilitar o seu deslocamento.

O governo tem monitorado a situação desde maio, quando ocorreu o primeiro aparecimento. Na ocasião, a nuvem destruiu uma lavoura de milho em uma fazenda próxima da província de Formosa. O Senasa pede para que os agricultores notifiquem as autoridades em caso de problemas. O órgão tem utilizado o Twitter para se comunicar com os produtores:

Gafanhotos do deserto

Essa movimentação de gafanhotos já é conhecida em países da África Oriental e no Iêmen, onde a situação é controlada pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês). Conhecido como a maior praga da agricultura, o gafanhoto do deserto (espécie que atua nessa região) ameaça a segurança alimentar desses países todos os anos.

Neste ano, a Índia já teve mais de 50 mil hectares destruídos pela praga. Recentemente, o problema ganhou repercussão nas redes sociais com a chegada dos insetos a áreas urbanas. Os gafanhotos chegaram à Índia pelas fronteiras do Paquistão.