Especial

As 100 personalidades mais influentes do agronegócio: Insumos

As indústrias de agroquímicos, fertilizantes, máquinas e sementes têm um novo papel no campo, hoje mais próximo de serem parceiras do produtor

Crédito: Istock

Ariel Maffi 

Aos 56 anos, o veterinário argentino conhece como poucos o setor pecuário e os desafios da sustentabilidade. O vice-presidente de Ruminantes da DSM no Brasil, setor em que a empresa atua por meio da marca Tortuga, aposta em inovação. A mais recente é uma tecnologia que visa diminuir em 25% as emissões de metano pelos ruminantes, responsáveis por 4% de emissões de gases de efeito estufa.

Gerhard Bohne 

Claudio Gatti

Com 54 anos de idade, o agrônomo assumiu este ano a diretoria de operações da divisão Crop Science da Bayer no Brasil, segmento de biotecnologias da farmacêutica alemã Bayer, que teve faturamento de R$ 7,9 bilhões no País em 2016. No grupo há 31 anos, o executivo já ocupou diversos cargos nas áreas de pesquisa, desenvolvimento, marketing e operações.

Laercio Valentin Giampani 

Pedro Dias

Ele está no comando da suíça Syngenta no Brasil, subsidiária de uma das maiores fabricantes de defensivos agrícolas do mundo, que em 2016 faturou R$ 7,3 bilhões e foi incorporada pela China National Chemical Corporation (ChemChina). Para manter o País como o segundo mercado global da empresa, atrás dos Estados Unidos, o executivo tem apostado na pesquisa e no desenvolvimento de novas moléculas.

Norival Bonamichi 

O presidente do conselho administrativo da Ourofino Saúde Animal, Norival Bonamichi, uma das mais importantes do setor, tem conduzido a empresa pelo caminho da inovação. Neste ano ele inaugurou mais uma unidade de biotecnologia.

Paulo Herrmann 

Divulgação

Há cinco anos como presidente da John Deere Brasil, Herrmann tem apostado na ciência. Em 2017, ele inaugurou o Centro de Agricultura de Precisão e Inovação, em Campinas (SP), e também concluiu a expansão da fábrica em Catalão (GO), projetos para consolidar a empresa.

Vilmar Fistarol 

Leandro MPerez

No comando da CNH Industrial para a América Latina, o executivo foi o responsável por apresentar o trator autônomo, primeiro protótipo de um modelo sem cabine e operado totalmente à distância, da marca Case. Com motor a diesel de 380 cavalos, a máquina deve estar disponível à venda em cinco anos.

Leia mais