Notícias

Associação de Chapecó protesta contra paralisação de obras na rodovia BR-282

São Paulo, 11 – A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic) divulgou manifesto no qual mostra seu “inconformismo com a paralisação das obras de recuperação e melhorias da rodovia federal BR-282 no traçado que corta a macrorregião do Oeste de Santa Catarina”. O documento é assinado presidente da Acic, Cidnei Luiz Barozzi.

Conforme a Acic, a suspensão dos pagamentos para a empreiteira provocou a paralisação das obras. “O que é mais revoltante e inaceitável, porém, é o fato de a Proposta do Orçamento Geral da União para 2020 não prever e não contemplar a BR-282 com verbas, pois ela nem sequer é citada no rol de investimentos federais em infraestrutura programados para o próximo exercício”, lamenta Barozzi na nota.

A Acic explica que, construída entre 1960 e 1975, a BR-282 é a espinha dorsal do sistema rodoviário catarinense. “É essencial para a integração territorial estadual e, em especial, para o escoamento da vasta produção agroindustrial do oeste de Santa Catarina aos portos e aos grandes centros brasileiros de consumo. Por ela transitam milhões de dólares em produtos exportáveis que asseguram as divisas das quais o País precisa para sustentar seu desenvolvimento”, revela o manifesto.

A associação afirma que lamenta o “cochilo” da bancada catarinense no Congresso Nacional e apela para que os senadores e deputados federais intercedam diretamente nas discussões da proposta do Orçamento Geral da União Federal para 2020, “pois a retomada e a conclusão das obras da BR-282 dependem do pagamento de R$ 45 milhões neste ano e da dotação orçamentária de R$ 147,8 milhões em 2020”.