Notícias

Austrália: BC mantém taxa básica de juros em 0,10% e descarta alta antes de 2024

O Banco Central da Austrália (RBA, na sigla em inglês) decidiu nesta terça-feira (4) manter a taxa básica de juros na mínima histórica de 0,10% e a meta de rendimento do bônus soberano de três anos do país também em 0,10%. O comunicado de política monetária ainda traz que a autoridade não espera alta de juros antes de 2024 e estuda ampliar o programa de compras de títulos, hoje em US$ 100 bilhões.

No texto, o presidente do RBA, Philip Lowe, afirma que a recuperação econômica na Austrália foi mais forte do que o esperado e assim “deve continuar”, bem como destacou que as perspectivas são de crescimento econômico neste e no próximo ano.

“No entanto, a inflação continua baixa e abaixo das metas do banco central”, ressalta o BC, ao justificar sua decisão de manter os juros básicos. “O Conselho está empenhado em manter condições monetárias altamente favoráveis para apoiar um retorno ao pleno emprego na Austrália e uma inflação consistente com a meta. Não aumentará a taxa de juros até que a inflação real esteja, de forma sustentável, dentro da faixa-alvo de 2% a 3%”, diz o comunicado. “É improvável que isso aconteça até 2024, no mínimo”. Nas previsões do RBA, o avanço da inflação deve ser de 0,5% em 2021 e bater 2% em meados de 2023.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

austrália juros RBA