Negócios

Austrália: lucro da Graincorp deve ser prejudicado por tensões comerciais e seca

Austrália: lucro da Graincorp deve ser prejudicado por tensões comerciais e seca

Sydney, 18 – A companhia produtora e armazenadora de grãos e de logística GrainCorp, da Austrália, afirmou que os lucros devem ser menores do que o esperado nos seis meses até março deste ano. A empresa citou como causas interrupções no comércio de grãos causadas por tensões no comércio internacional e uma seca no leste da Austrália.

A GrainCorp disse que o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) pode ficar 40 milhões de dólares australianos (US$ 28,7 milhões) abaixo do esperado. A empresa afirmou que o impacto será incorporado nos resultados semestrais, cuja divulgação está agendada para 9 de maio.

A companhia informou que as interrupções no comércio ocorreram nas últimas seis semanas do período em questão, que terminou em 31 de março. Acrescentou que a seca afetou a produção agrícola de verão, particularmente o sorgo.

“Claramente, este é um resultado decepcionante em um período desafiador nos mercados internacionais de grãos, agravado pelas condições atuais de seca na Austrália”, disse o CEO da GrainCorp, Mark Palmquist. “No entanto, temos processos de gerenciamento de risco em andamento e continuamos acompanhando de perto as condições do mercado”.

No início deste mês, a GrainCorp anunciou planos para desmembrar sua divisão global de malte. Em março, a empresa assinou um acordo de 350 milhões de dólares australianos para vender uma unidade que opera oito terminais. A diretoria também tem conversado com a Long-Term Asset Partners, que fez uma oferta de compra de ações a 10,42 dólares australianos por ação, divulgada em dezembro. Fonte: Dow Jones Newswires.