Geral

Aviões dos EUA partem do Japão com americanos retirados de navio

Dois aviões fretados pelos Estados Unidos (EUA) partiram do Japão nesta segunda-feira (17), transportando 328 americanos que estavam no Diamond Princess, navio mantido em regime de quarentena perto de Tóquio em consequência da disseminação do novo coronavírus.

No aeroporto de Haneda, da capital japonesa, funcionários em traje especial de proteção eram vistos colocando bagagens na aeronave e escoltando passageiros, que haviam sido transportados até o aeroporto em ônibus das Forças de Autodefesa do Japão, após o desembarque do navio.

Segundo o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, até ontem (16) estava confirmado o contágio de 355 passageiros e tripulantes do cruzeiro.

Desse total, 18 homens e mulheres com idade entre 60 e 80 anos encontram-se em estado grave e mais da metade são mantidos em unidade de tratamento intensivo.

Além disso, também seria grave o estado de uma pessoa com infecção não confirmada.

O ministério planeja submeter a exame todas as pessoas ainda a bordo do Diamond Princess e autorizar, a partir de quarta-feira (19), o desembarque dos que tiverem resultado negativo.

Quem receber resultado negativo, mas tiver ficado em um mesmo quarto com alguém infectado terá de permanecer a bordo por mais duas semanas após a saída do quarto do indivíduo com resultado positivo.

*Emissora pública de televisão do Japão

Aviões dos EUA partem do Japão com americanos retirados de navio