• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias17/05/2022

Baleado em atentado, prefeito de Pedro Juan Caballero é internado em estado grave

17/05/22 - 20h24min

O prefeito da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo, de 53 anos, sofreu um atentado a tiros quando saía da prefeitura na tarde desta terça-feira, 17. Acevedo foi levado em estado grave para um hospital da cidade, que é vizinha a Ponta Porã (MS), região de fronteira com o Brasil. O político foi atingido por três tiros de pistola 9 mm. O atirador fugiu a pé. Policiais e membros do Ministério Público do Paraguai foram ao local e investigam o caso. Até o fim da tarde, não havia informação sobre o estado de saúde do gestor.

De acordo com as primeiras informações, Acevedo tinha participado de uma reunião na prefeitura e deixou o prédio para se dirigir ao Palácio da Justiça, que fica próximo. Ele estava desacompanhado de seguranças e conversava com um jornalista quando foi surpreendido pelo atirador. A polícia paraguaia requisitou imagens de duas câmeras localizadas próximas do local do atentado.

Empresário, José Carlos Acevedo cumpre o segundo mandato consecutivo, após ser reeleito nas eleições de outubro do ano passado.

O prefeito é irmão do governador de Amambay, Ronald Acevedo, que teve uma filha assassinada junto com duas estudantes de medicina brasileiras na chacina de outubro de 2021, quando quatro pessoas foram mortas com mais de 100 tiros. Na época, José Carlos acusou a polícia paraguaia de estar retardando as investigações e encobrindo o mandante do crime. Essa região da fronteira entre Brasil e Paraguai vive um clima de extrema violência desde que facções criminosas brasileiras passaram a disputar as rotas do tráfico de armas e drogas.

Pouco antes do atentado contra o prefeito, dois homens foram executados em um posto de combustível, na linha internacional que separa as cidades de Pedro Juan Caballero e Ponta Porã. As vítimas estavam em um carro quando um pistoleiro desceu de uma moto e fez os disparos. Os dois homens, identificados como Denis Gabriel Pereira, de 33 anos, e Luis Enrique Arguello Meza, de 27, foram atingidos por vários disparos e morreram no interior do automóvel. Eles tinham passagens por homicídio e tentativa de homicídio.A polícia vai analisar imagens de câmeras de segurança.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais