Notícias

Bayer: 2020 será positivo, com boa exportação de grãos e demanda interna aquecida

São Paulo, 12 – A Bayer espera que 2020 seja um ano positivo, com exportações aquecidas de soja e milho e demanda firme por esses grãos para produção de carnes destinada à exportação, projetou o presidente da divisão Crop Science da empresa no Brasil, Gerhard Bohne, em almoço de fim de ano da empresa.

O executivo destacou ainda a perspectiva de crescimento da economia em 2020, o que deve puxar o consumo interno de alimentos. “Pelas projeções externas e internas, acreditamos que vamos ter mais um ano positivo no mercado agrícola”, disse. “Acreditamos que a exportação (de grãos) se mantém ou aumente devido à produção de carnes no mundo, o consumo interno de soja e milho cresce por causa da necessidade de produção de carnes para exportação e, com a recuperação da economia, aumenta a demanda por alimentos e por investimento em tecnologia e inovação.”

Na avaliação do executivo, 2019 foi um ano favorável ao mercado agrícola, uma vez que a alta demanda por soja, milho e carnes e a desvalorização do real aumentaram a rentabilidade dos produtores. “Na hora em que o nosso agricultor vê possibilidade de ganho de rentabilidade, ele investe em tecnologia”, disse. “É um ano positivo para a Bayer no Brasil.”

A empresa destacou que o foco está dividido em três estratégias: inovação, transformação digital e sustentabilidade. “Nós acreditamos que o futuro da agricultura terá que ser sustentável. Vocês veem toda a pressão hoje da sociedade para uma agricultura sustentável”, assinalou. O executivo disse ainda que a comunicação da importância do agronegócio brasileiro no atendimento da demanda mundial por alimentos é um desafio. “Arrisco dizer que perdemos essa batalha. A sociedade não vê o agro como deveria.”

Na área de agricultura digital, o executivo destacou que a plataforma FieldView, no seu segundo ano no Brasil em 2019, deve passar de 7 milhões de hectares, com 1,5 milhão de hectares em cana-de-açúcar. “O mercado de cana é carente de tecnologias, tanto digitais como de produtos. A produtividade está praticamente estagnada nos últimos anos.”

Outro investimento na área digital, a plataforma de market place (espaço de compra e venda de produtos) Orbia, em parceria com a Bravium, já tem com quase 40 distribuidores cadastrados, seja de produtos Bayer ou de empresas concorrentes.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro