Notícias

Bayer adia lançamento de tecnologia para algodão

São Paulo, 12 – O presidente da divisão Crop Science da Bayer no Brasil, Gerhard Bohne, disse na quinta-feira que a empresa adiou o lançamento da tecnologia Bollgard III RR Flex, para sementes de algodão, prevista para a safra 2019/20, após produtores questionarem judicialmente a patente da tecnologia anterior, a Bollgard II.

“Se o próprio produtor, via suas associações, está processando a Bayer por ter patente, nós estamos chegando à conclusão de que o agricultor não quer inovação ou não quer pagar por inovação, e a reação da Bayer é não investir em inovação”, disse Bohne. “Estamos aguardando o que vai sair desses processos”, complementou executivo. Ele não revelou, entretanto, nova previsão para o lançamento comercial. “Vamos fazer áreas controladas, a tecnologia vai estar em alguns produtores, mas não estamos lançando este produto este ano.”

A Associação Mato-Grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) ingressou em julho na Justiça Federal com pedido de anulação de patente da semente de algodão transgênico Bollgard II RR Flex, conhecida como B2RF, da Monsanto, empresa adquirida pela Bayer em 2018. A Ampa sustenta que não há inovação relevante na B2RF para concessão de novas patentes. Segundo a associação, a semente é a combinação da segunda geração do algodão Bollgard, com proteção contra lagartas, com a segunda geração do algodão Roundup Ready, tolerante ao glifosato.

Bohne destacou que a empresa investe no mundo 2,4 bilhões de euros em pesquisa e desenvolvimento – o valor por país não foi informado. “Toda empresa que investe alguma coisa precisa de retorno, para isso existe patente intelectual. Você demora para trazer uma tecnologia para o mercado, tanto em biotecnologia como defensivos, em média 10 anos, com investimento de 200 milhões a 300 milhões de euros”, disse.

Segundo o executivo, os questionamentos judiciais de produtores à tecnologia Intacta RR2 Pro por enquanto não afetam os planos para a Intacta 2 Xtend, cujo lançamento comercial está previsto para a safra 2021/22. “Vamos continuar com todas as nossas atividades de pré-lançamento, que são as safras 2019/20 e 2020/21. Não estamos reduzindo nossos esforços no pré-lançamento da Intacta 2 Xtend”, afirmou. “Não tem mudança de planos ainda.”