Negócios

Bayer anuncia acordo de US$ 10 bilhões para encerrar ações envolvendo herbicida

Crédito: Reprodução/Bayer

Em junho, a companhia alemã anunciou um acordo de US$ 10,9 bilhões para encerrar 75% das 125 mil ações que alegam que o glifosato, ingrediente ativo do herbicida, causa câncer (Crédito: Reprodução/Bayer)

A Bayer anunciou que fechou um acordo de mais de US$ 10 bilhões para indenizar milhares pessoas nos Estados Unidos que tiveram câncer e atribuem a doença ao herbicida Roundup. A empresa alemã  acredita que 75% das cerca de 125 mil reivindicações serão encerradas.

Werner Baumann, diretor-geral da Bayer, é citado em texto da empresa que afirma que as reclamações atuais foram resolvidas e um mecanismo para gerir o risco de futuros litígios está em desenvolvimento. “É financeiramente razoável em relação aos riscos financeiros importantes que uma disputa de vários anos implicaria”, aponta o documento.

+ Bayer interrompe investimento em nova fábrica de herbicidas
+ Superintendência do Cade aprova aquisição pela Elanco de divisão da Bayer 

Serão pagos entre US$ 8,8 bilhões e US$ 9,6 bilhões para resolver o litígio e US$ 1,25 bilhão e equalizar os futuros, observa a companhia, por meio do comunicado, segundo o The Guardian.

A Bayer perdeu os três primeiros julgamentos relacionados ao principal componente do Roundup, o glifosato, nos EUA. Mas estes processos não estão dentro do tratado de hoje.

 

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?