Notícias

Bayer concorda em mediação em processo judicial envolvendo glifosato

São Francisco, 12 – A multinacional alemã Bayer informou que vai cumprir a ordem de um juiz da Califórnia, nos EUA, e aceitará a mediação num processo judicial envolvendo o herbicida Round Up, agrotóxico à base de glifosato. A companhia disse, no entanto, que continuará defendendo seus produtos nas esferas jurídicas, com base em evidências científicas que comprovam que o agroquímico não tem teor cancerígeno.

Na quinta-feira, 11, um tribunal da Califórnia, que está acompanhando um dos litígios envolvendo o herbicida, cancelou um julgamento marcado para o fim de maio.

O juiz Vince Chhabria ordenou ainda que seja realizada uma conciliação confidencial entre a empresa e os advogados da parte acusatória.

A Bayer enfrenta atualmente 11.200 processos judiciais envolvendo o Round Up. Outros cinco julgamentos devem começar neste ano em tribunais federais e estaduais dos EUA.

Na manhã desta sexta-feira, 12, as ações da companhia, negociadas na Bolsa de Frankfurt, operam em alta. Às 12h07, os papeis da Bayer eram negociados a 61,24 euros (+0,74%). Fonte: Dow Jones Newswires.