Negócios

Biosev: moagem cresce 17,1% no 1º trimestre; mix para etanol chega a 64,9%

Crédito: Foto: divulgação

Ribeirão Preto, 9/8 – A Biosev informou nesta quinta-feira que suas usinas processaram 11,27 milhões de toneladas de cana-de-açúcar no primeiro trimestre da safra 2018/2019 (1T19), alta de 17,1% sobre o total de 9,62 milhões de toneladas em igual período da safra passada. “O maior volume de moagem é resultado principalmente dos aumentos de 29,7% na área colhida e de 12,7% no processamento de cana de terceiros. Estes efeitos foram parcialmente compensados pela redução de 5,1% na produtividade, afetada principalmente pelo menor nível de chuvas de janeiro a março, período de formação do canavial”, informou a companhia em nota.

Segundo a Bioesev, o mix de destino de cana para a produção de etanol ficou em 64,9% no primeiro trimestre de 2018/2019 e apenas 35,1% para o açúcar, o maior porcentual ao biocombustível em sete anos para o período. Em igual período de 2017, o mix era de 47% para o etanol e 53% para o açúcar.

Com isso, a produção de etanol cresceu 63% entre os períodos, de 320 milhões para 522 milhões de litros, e a de açúcar recuou 22,4%, de 587 mil para 456 mil toneladas. A cogeração de energia elétrica para venda foi de 317 Gwh, alta 13,7%. A Biosev não divulgou até o momento o guidance operacional e nem o financeiro para a atual safra.

A companhia realiza teleconferência amanhã, às 12 horas (Brasília), para detalhar os resultados do trimestre.