Notícias

Biosev tem prejuízo de R$ 155,567 milhões no 2º trimestre da safra 18/19

Ribeirão Preto, 07 – A Biosev, braço sucroenergético do Grupo Louis Dreyfus, reportou prejuízo líquido de R$ 155,567 milhões no segundo trimestre do ano-safra 2018/2019, entre julho e setembro. O resultado reverte lucro de R$ 32,848 milhões registrado em igual período do ciclo anterior. Em seis meses de safra, a companhia acumula prejuízo líquido de R$ 662,029 milhões, valor 21,6% maior do que os R$ 544,455 milhões de prejuízo em igual semestre da safra 2017/2018.

A receita líquida da companhia (ex-HACC) recuou 17,8% na mesma base de comparação trimestral, para R$ 1,503 bilhão, e 9,6% na semestral, para R$ 3,420 bilhões.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado ex-revenda/HACC totalizou R$ 583,540 milhões no segundo trimestre de 2018/2019, alta de 34,1% sobre igual período da safra passada, e avançou 13,5% no primeiro semestre, para R$ 783,560 milhões.

A dívida líquida em 30 de setembro era de R$ 5,211 bilhões, alta de 4,9% na comparação com a relatada ao final do primeiro trimestre de 2018/2019, em 30 de junho, de R$ 4,966 bilhões. A alavancagem medida pela relação entre dívida líquida e Ebitda da Biosev recuou de 2,9 vezes para 2,8 vezes entre os trimestres da atual safra.

A Biosev investiu um total de R$ 185,844 milhões no segundo trimestre da safra 2018/2019, 0,5% a mais do que em igual intervalo da passada. Do total, R$ 165,988 milhões foram investidos nas operações. No semestre, o capex atinge R$ 385,441 milhões, queda de 14,7% sobre igual período de 2017/2018.