• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias25/11/2021

Bolsas da Europa fecham em alta, em dia de liquidez reduzida e ata do BCE

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo25/11/21 - 15h15min

Após fechamento misto ontem, a maioria das bolsas europeias encerrou em alta nesta quinta-feira, 25. A exceção foi a de Milão. Em dia de liquidez reduzida, com os mercados dos Estados Unidos fechados devido ao feriado do Dia de Ação de Graças, o foco dos investidores esteve na divulgação da ata da mais recente reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE). O documento destacou que as pressões nos preços são mais persistentes do que o projetado, mas a recuperação segue forte, ainda que tenha perdido um pouco de fôlego recentemente.

Nesse cenário, o índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 0,42%, a 481,72 pontos. O FTSE 100, da Bolsa de Londres, avançou 0,33%, a 7.310,37 pontos, o CAC 30 teve ganho de 0,48% em Paris, a 7.075,87 pontos, e o Ibex 35 registrou alta de 0,56% em Madri, a 8.840,90 pontos.

Na contramão, o índice FTSE MIB, da Bolsa de Milão, caiu 0,04%, a 27.098,83 pontos, pressionado pelas ações da Telecom Italia, que recuaram 2,65%.

"Numa sessão bastante moderada, os mercados europeus subiram modestamente, com a ausência dos mercados dos EUA devido ao Dia de Ação de Graças mantendo a volatilidade", destaca o analista-chefe de mercados da CMC, Michael Hewson. Ele, contudo, ressalta que a expectativa sobre como o novo governo da Alemanha vai lidar com a piora da pandemia na região continua no radar do mercado. Hoje, contudo, a preocupação com o crescente número de casos de covid-19 no continente foi deixada de lado pelos investidores.

Em relação à ata do BCE, o banco Morgan Stanley avalia que o Conselho da instituição segue com a visão de que a recente escalada da inflação na zona do euro é temporária. Para o banco americano, o documento mostrou que é "implausível" esperar uma alta da taxa básica de juros em 2022. "Isso, por sua vez, aumenta a probabilidade de um acordo sobre uma desaceleração suave, em vez de abrupta, nas compras de ativos no próximo ano", ressalta o banco.

Mais cedo, foi divulgada também nova leitura do Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha no terceiro trimestre e também o índice de confiança do consumidor no país, que recuou mais do que o previsto. Os temores com o avanço da covid no Velho Continente e novas restrições sendo adotadas pelos países continuam pressionando os dados de atividade. Hoje a Alemanha superou a marca de 100 mil mortos pela doença, na contagem oficial.

Mesmo nesse cenário, o DAX, da Bolsa de Frankfurt, após queda de ontem, fechou em alta de 0,25%, a 15.917,98 pontos. Na Bolsa de Lisboa, o PSI 20 subiu 0,69%, a 5.560,44 pontos.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais