• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias08/11/2021

Bolsas da Europa fecham mistas, com alguns índices apoiados por ações ligadas a commodities

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo08/11/21 - 14h50min

As bolsas europeias fecharam sem direção única nesta segunda-feira, 8, com alguns índices acionários apoiados por ações ligadas a commodities, embora dados da balança comercial da China tenham limitado o ímpeto de investidores no continente. Nesse cenário, o índice pan-europeu Stoxx 600 registrou alta de 0,04%, a 483,61 pontos.

O avanço de metais e do petróleo na sessão de hoje deu suporte aos papéis desses setores. Em Londres, as mineradoras Fresnillo e Glencore estiveram entre os destaques do pregão, com ganhos de 2,75% e 1,99%, respectivamente.

A petroleira Royal Dutch Shell (+0,49%) também teve desempenho positivo, embalada pela valorização do petróleo, após a Saudi Aramco anunciar aumento dos preços para dezembro.

Mesmo assim, o índice FTSE 100, referência no mercado britânico, registrou leve queda de 0,05%, a 7.300,40 pontos. Já o CAC 40, de Paris, avançou 0,10%, a 7.047,48 pontos.

Operadores reagiram também a indicadores macroeconômicos da China.Segundo a Administração Geral das Alfândegas do país asiático, as exportações chinesas aumentaram 27,1% na comparação anual de outubro, uma desaceleração em relação a setembro, mas superando a previsão de analistas. Já as importações cresceram 20,6%.

Apesar disso, as importações vindas da Europa recuaram, de acordo com o Commerzbank. "As empresas europeias, por um lado, estão sofrendo com o enfraquecimento da demanda chinesa e, por outro lado, podem ser espremidas tanto por gargalos na cadeia de suprimentos quanto por preços elevados de insumos", explica o banco.

Nesse cenário, o índice DAX, de Frankfurt, perdeu 0,05%, a 16.046,52 pontos. Em Milão, o FTSE MIB cedeu 0,31%, a 27.711,09 pontos, na mínima do dia.

No radar das mesas de operações, as perspectivas de inflação ainda seguem como incógnitas. O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), Philip Lane, reiterou hoje que acredita que os preços vão desacelerar em 2022 e que seria contraproducente apertar a política monetária neste momento.

No noticiário corporativo, o Credit Suisse anunciou que fechou acordo para encaminhar clientes de corretagem ao banco francês BNP Paribas. A instituição suíça havia revelado que deixaria o segmento, para reduzir riscos. Mesmo assim, o papel do BNP Paribas perdeu 0,20% em Paris.

Nas praças ibéricas, o IBEX 35 perdeu 0,65%, a 9.070,80 pontos, enquanto o PSI 20, de Lisboa, subiu 0,34%, a 5.663,71 pontos.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais