Notícias

Bolsas de NY fecham em alta, com forte avanço do petróleo e em meio a balanços

As bolsas de Nova York fecharam com ganhos nesta quarta-feira, 21, puxadas em especial pelo setor de energia. O mercado segue retomando o apetite por risco após a forte queda registrada no início da semana. Os ativos de petróleo, por exemplo, registraram avanço robusto e impulsionaram ações de petrolíferas. Hoje, os acionistas também monitoraram os resultados melhores do que o esperado divulgados pela Coca-Cola, Verizon e Johnson & Johnson, em relação ao segundo trimestre de 2021. O mesmo não ocorreu com a Netflix, no entanto, que teve lucro líquido abaixo do previsto, e influenciou na oscilação do setor de serviços de comunicação ao longo do dia.

O Dow Jones fechou em alta de 0,83%, aos 34.798,00 pontos, o S&P 500 subiu 0,82%, aos 4.358,69 pontos, enquanto o Nasdaq avançou 0,92%, aos 14.631,95 pontos.

Após despencar na segunda-feira, os contratos futuros do petróleo registraram forte alta hoje. Dados do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) dos Estados Unidos mostraram aumento dos estoques de petróleo na última semana e queda para gasolina e destilados, o que impulsionou as ações de petrolíferas. Em Nova York, a Chevron encerrou o pregão com alta de 3,40% e a ExxonMobil, de 3,18%.

Também houve ganhos em outros papéis importantes, como American Airlines (+4,09%) e Boeing (+2,84%). A United Airlines também foi beneficiada pelo movimento e encerrou o pregão com alta de 3,48%, mesmo após informar prejuízo no segundo trimestre. Com as restrições de mobilidade sendo retiradas, o prejuízo foi inferior ao do mesmo período do ano passado e ficou abaixo do previsto por analistas.

Já a Netflix revelou, depois do fechamento da terça-feira, que teve lucro líquido de US$ 1,353 bilhão nos últimos três meses, o que ficou abaixo da expectativa do mercado. A ação da companhia teve baixa de 3,28% hoje.

Pela manhã, apesar da queda da Netflix e da Apple (-0,51%), o Nasdaq abriu em leve alta. Ao longo do dia, o avanço se fortaleceu. A Microsoft (+0,74%), Amazon (+0,34%) e Alphabet (+1,06%), controladora da Google, têm grande peso no índice e encerraram em território positivo.

“As ações dos EUA estão subindo depois que uma onda de lucros mostrou resultados e orientações melhores do que o esperado, exceto para Netflix”, diz Edward Moya, analista da OANDA em Nova York. Para ele, além dos balanços, o movimento no mercado de Treasuries também deve ser observado com atenção por acionistas, uma vez que sinaliza que Wall Street deve esperar volatilidade “excessiva” nos próximos meses, “à medida que o Fed administra um anúncio de redução conforme aumenta a pressão para normalizar as taxas”.

Ainda entre os resultados de empresas, a Coca-Cola (+1,29%) divulgou lucro líquido acima do previsto por analistas. De acordo com a companhia, ela tem se beneficiado da recuperação econômica em nível global, incluindo a maior mobilidade de pessoas e a reabertura de lojas e restaurantes. O resultado da Verizon (+0,67%)também superou as expectativas.

Fabricante de vacinas contra a covid-19 por meio de seu braço farmacêutico (Janssen), a Johnson & Johnson viu seu lucro líquido saltar 73,1% no segundo trimestre, na comparação anual, conforme divulgado. O resultado também ficou acima do previsto pelo mercado, e a empresa avançou 0,62% hoje.

Em seu primeiro pregão na S&P500, substituindo a Alexion Pharmaceuticals, a Moderna, também produtora de vacinas contra a covid-19, teve avanço de 4,48%.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?