Notícias

Bolsas de NY fecham sem direção, com investidores avaliando impactos da Delta

As bolsas de Nova York fecharam sem direção única no primeiro pregão após o feriado de ontem de Dia do Trabalho nos EUA, com os índices Dow Jones e S&P 500 no vermelho, mas o Nasdaq renovando mais uma vez máxima histórica de fechamento. Investidores digerem os últimos dados da economia americana e ponderam os impactos da disseminação da variante delta nos EUA e no mundo.

O índice Dow Jones fechou em queda de 0,76%, aos 35100,93 pontos, o S&P 500 caiu 0,34%, para 4520,06 pontos e o Nasdaq subiu 0,07%, para 15374,33 pontos.

A fraca geração de vagas nos EUA em agosto apontada pelo payroll na última sexta-feira e a decisão de empregadores e adiar a volta dos trabalhos presenciais alimentaram as dúvidas dos investidores obre o impacto da pandemia no processo de recuperação econômica. “A variante delta está começando a aparecer”, disse Brad McMillan, diretor de investimentos da Commonwealth Financial Network. “Os mercados estão reavaliando onde estará o crescimento e o que isso significará para os lucros.”

Nas últimas semanas, instituições como Goldman Sachs e Wells Fargo reduziram suas projeções para crescimento da economia americana citando impactos da variante delta. Após o payroll, bancos e consultorias passaram a ver uma maior probabilidade de o Federal Reserve aguardar mais informações antes de fazer qualquer anúncio sobre o início do processo de retirada de estímulos.

“As pessoas estão vendo a desaceleração da economia e as perspectivas se tornando um pouco mais opacas e, portanto, é compreensível que não queiram investir dinheiro para trabalhar”, disse Willem Sels, diretor de investimentos global do HSBC Private Bank. “Existem preocupações válidas sobre a delta, sobre o crescimento chinês e global e a inflação, e é natural que as pessoas queiram mais visibilidade.”

Em uma sessão com volume de negócios ainda abaixo da média, as ações da 3M se destacaram entre as perdas, ao apresentar queda de mais de 4%, sendo negociada abaixo da média móvel de 200 dias. Na ponta contrária, as ações da Netflix avançaram quase 3% e as da Moderna soltaram mais de 4%. As ações da Apple subiram 1,55%, após anunciar que o evento em que deve apresentar seu iPhone13 será realizado no dia 14 de setembro.

(Com informações da Dow Jones Newswires)

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?