Economia

Cecafé: Brasil exportou em julho 2,826 milhões de sacas, queda de 12,8% em 1 ano

Crédito: Arquivo / Embrapa

No acumulado de 2021, as exportações alcançam 23,73 milhões de sacas (Crédito: Arquivo / Embrapa)

São Paulo, 11 – O Brasil exportou 2,826 milhões de sacas de 60 quilos de café em julho – primeiro mês do ano-safra 2021/22 -, queda de 12,8% em comparação com igual mês de 2020, informou nesta terça-feira (10) o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). No acumulado de 2021, as exportações alcançam 23,73 milhões de sacas, montante 2,2% maior na comparação com janeiro a julho de 2020.

Já as exportações renderam, em julho, US$ 402,7 milhões, alta de 5,6% frente aos US$ 381,2 milhões registrados em julho de 2020. No acumulado de 2021, a receita cambial com os embarques brasileiros do produto chegou a US$ 3,203 bilhões, volume 7% superior ao rendimento registrado de janeiro a julho de 2020.

+ CDPC propõe uso de R$ 1,3 bi do Funcafé para ajudar produtor afetado por geadas

Segundo o Cecafé, as exportações nacionais de café verde de janeiro a julho apresentaram o melhor resultado nos últimos cinco anos. A variedade arábica foi a mais exportada, com o envio de 19,227 milhões de sacas ao exterior, o que corresponde a 81% do total. Já a canephora (robusta + conilon) registrou o envio de 2,337 milhões de sacas ao exterior, ou 9,8% do total. Na sequência, vem o segmento do produto solúvel, que embarcou 2,152 milhões de sacas (9,1%).

Segundo o Cecafé, a queda em volume exportado, na comparação mensal, ocorreu por causa dos “entraves logísticos no transporte marítimo mundial, que passa por grave crise operacional, com disparada no valor dos fretes, cancelamentos de bookings, dificuldade de novos agendamentos e disputa por contêineres e espaço nos navios em função do aquecimento da demanda por produtos alimentícios e eletrônicos, em especial nos Estados Unidos e na Ásia”.

A entidade informou ainda que os Estados Unidos seguem como os maiores importadores dos cafés brasileiros este ano, tendo adquirido até o momento 4,521 milhões de sacas, 4,5% mais em relação a janeiro a julho de 2020. Na sequência, vêm Alemanha, com 4,178 milhões de sacas (+5,5%); Bélgica, com 1,694 milhão (+1,1%); Itália, com 1,681 milhão (-9,5%), e Japão, com a importação de 1,339 milhão de sacas (+12,8%).

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?