Notícias

CEO da BioNTech diz que tenta aumentar produção de vacina para atender demanda

O CEO da farmacêutica BioNTech, Ugur Sahin, afirmou que está “correndo” para aumentar a produção da vacina experimental contra a covid-19 desenvolvida em conjunto com a Pfizer para atender às necessidades mundiais, prevendo que a imunização receberá autorização regulatória para ser distribuída nos países.

As duas empresas tentam elevar a capacidade de fabricação, disse Sahin, e estão confiantes de que poderão entregar todas as doses que já foram negociadas com os governos. As farmacêuticas já se comprometeram a fornecer mais de 450 milhões de doses entre 2020 e 2021, mas os estágios finais dos testes precisam mostrar que a vacina é segura e eficaz.

O governo dos EUA fez um pedido inicial de 100 milhões de doses, com opção de compra de 500 milhões adicionais. A UE, por sua vez, acertou a entrega de 200 milhões de doses, com possibilidade de receber mais 100 milhões. Já o Japão encomendou 120 milhões de doses e o Reino Unido, 30 milhões. Fonte: Dow Jones Newswires

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?