Notícias

China: importação de soja, milho e trigo recua em maio

São Paulo, 24 – As importações chinesas de soja totalizaram 7,36 milhões de toneladas em maio deste ano, recuo de 24% ante igual período do ano anterior, informou o Departamento de Alfândegas da China. No acumulado do ano, o país asiático importou 31,750 milhões de toneladas da oleaginosa.

Dentre os derivados da oleaginosa, a China adquiriu 50 mil toneladas de óleo de soja em maio deste ano, recuo de 7,4% em relação ao volume registrado em igual mês do ano passado. Nos primeiros cinco meses do ano, a importação da commodity totalizou 190 mil toneladas.

As importações chinesas de milho chegaram a 750 mil toneladas em maio, queda de 1,1% ante maio de 2018. No acumulado de 2019, o país importou 2,390 milhões de toneladas do cereal.

De trigo, os chineses importaram 210 mil toneladas em maio, volume 67,2% menor que o de igual mês do ano passado. Nos primeiros cinco meses do ano, as importações do cereal pelo país asiático totalizaram 1,450 milhão de toneladas.

No mercado de algodão, a China importou 180 mil toneladas em maio, avanço de 36,5% ante igual intervalo de 2018. A importação da fibra natural totalizou 1,020 milhão de toneladas entre janeiro e maio deste ano.

As aquisições de óleo de palma pela China atingiram 430 mil toneladas, volume 67% superior ao importado um ano antes. Nos primeiros cinco meses do ano, a importação da commodity atingiu 2,020 milhões de toneladas.

De lácteos, 233,8 mil toneladas foram importadas pela China em maio, 5% a menos que no mesmo período do ano anterior. Nos primeiros cinco meses de 2019, o país comprou 1,343 milhão de toneladas de produtos lácteos do mercado externo.

No mercado de açúcar, a China importou 380 mil toneladas em maio, 90,7% a mais que em igual mês do ano anterior. No acumulado do ano, as importações de adoçante pelo país asiático alcançaram 930 mil toneladas.

As aquisições de fertilizantes pelo país asiático também registraram alta. Em maio, a China importou 1,140 milhão de toneladas de fertilizantes, volume 43% maior que o comprado em igual mês do ano passado. De janeiro a maio de 2019, o país importou 5,790 milhões de toneladas.