Geral

China proíbe comércio e consumo de animais selvagens

Crédito: Xinhua/Wang Yuguo

O Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional, a mais alta legislatura da China, proibiu por completo, hoje, o comércio de fauna silvestre e a eliminação do consumo de animais selvagens para proteger a vida e a saúde das pessoas, segundo a agência de notícias do governo chinês Xinhua.

A medida visa salvaguardar a segurança biológica e ecológica e prevenir riscos à saúde pública. Deve ser totalmente proibido o consumo de animais selvagens terrestres “de importante valor ecológico, científico e social” que estão sob proteção estatal. Os outros animais selvagens terrestres, incluindo aqueles criados ou mantidos em cativeiro, também estão na lista.

A caça, o comércio e o transporte de animais selvagens terrestres que crescem e se reproduzem na natureza para fins de consumo também entraram na lista de proibição. Quem consumir ou comercializar fauna silvestre deve ser severamente punido, informou a Xinhua.