Economia

Chuvas de janeiro contribuem para safra de grãos

A primeira quinzena de janeiro foi marcada por precipitações em todas as regiões produtoras do País. No Centro-Oeste, Sudeste, parte do Sul e do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), o volume possibilitou um bom desenvolvimento das lavouras.

As chuvas, no entanto, ocorreram de maneira irregular, com aproveitamento menor dos estados do Rio Grande do Sul, Piauí e na Bahia, segundo levantamento realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Nas demais regiões, as precipitações foram menos volumosas, mas suficientes para manter e recuperar a umidade do solo.

A análise mostra que a baixa de chuva no Rio Grande do Sul impactou, principalmente, o milho primeira safra, que tinha mais áreas em estágio reprodutivo quando comparado à soja e ao feijão.

Já no Piauí e na Bahia, o impacto foi menor. O período com baixa umidade no solo prevaleceu apenas nos primeiros cinco dias do mês, e as culturas encontravam-se em implantação e início do desenvolvimento, com possibilidade de replantio ou recuperação.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais