Notícias

Cintra: Reforma tributária do Executivo é mais viável do que projetos da Câmara

O ex-secretário especial da Receita Federal Marcos Cintra, acredita que a atual proposta de reforma tributária do governo é mais viável que outros projetos em tramitação no Congresso. “Pela primeira vez, podemos ver sucesso no andamento… Estou otimista em relação à reforma tributária”, disse ele, durante live promovida pelo BTG Pactual.

Segundo ele, é possível que a reforma tributária seja aprovada em dois meses desde que seja o projeto de lei 3887, do governo, e que os complementos desoneração de folha também sejam trazidos à baila. “A reforma tributária do Executivo é mais viável do que projetos do Congresso. Lá na frente, podem se unificar novamente”, avaliou

O ex-secretário não vê, contudo, a possibilidade no avanço das PECs 45 e 110.

“Em termos de criação de novos impostos, o projeto de lei 3887 não exclui a PEC 45, de trabalhar tributos do Estado. A PEC 45 pode seguir, mas tributos estaduais e federais devem ser discutidos separadamente. Aí eu vejo que tem viabilidade”, avaliou Cintra.

Ele afirmou que seria ‘ideal’ seria incluir ICMS. Ponderou, contudo, que colocar todos os debates na mesa pode inviabilizar a reforma tributária.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro