Geral

Clima faz nuvem de gafanhotos mudar de direção e seguir na Argentina

Crédito: Senasa/Argentina

Clima faz nuvem de gafanhotos mudar de direção e seguir na Argentina (Crédito: Senasa/Argentina)

A inusitada nuvem de gafanhotos que se aproximava do Brasil está mudando de direção. Segundo a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Governo do Rio Grande do Sul, até a tarde desta quarta-feira (24) os ventos favoreciam a chegada dos insetos, mas o avanço da frente fria e a chuva mudaram o rumo da nuvem, que deve seguir na Argentina.

Ao G1, o chefe da divisão sanitária do governo gaúcho disse que o monitoramento é feito com troca de informações constantes com a Argentina e técnicos da secretaria na fronteira entre os países.

+ Nuvem da gafanhotos: governo declara emergência fitossanitária
+ Agricultura diz que chegada de nuvem de gafanhotos no Brasil ‘é pouco provável’

O último boletim divulgado pelo governo argentino indica que a localização da nuvem é imprecisa devido ao dia nublado e de temperaturas mais baixas.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, assinou uma portaria declarando estado de emergência fitossanitária no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O documento foi publicado na edição desta quinta-feira (25) do Diário Oficial da União.

Isso permite aos governos mais agilidade na hora de adotar medidas contra uma situação de anormalidade deste tipo. Entre as medidas de defesa estão o uso de produtos químicos e agrotóxicos no controle da praga.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro