Geral

Comercialização da soja 2020/21 em MT atinge 71,76%, diz Imea

Crédito: Arquivo / Embrapa

A negociação segue à frente de igual período de 2019 (67,95%) e da média de cinco anos (57,86%) (Crédito: Arquivo / Embrapa)

São Paulo, 9 – Mato Grosso já comercializou 71,76% da safra 2020/21, que está sendo colhida no Estado, avanço de 3,21 pontos porcentuais ante o observado no começo de janeiro (68,54%), informou o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em relatório mensal. A negociação segue à frente de igual período de 2019 (67,95%) e da média de cinco anos (57,86%). A venda da safra 2019/20 foi concluída no último mês, segundo o Imea.

Para a safra 2021/22, que será plantada só a partir de setembro, produtores do Estado negociaram 18,69% da produção esperada, um avanço de 2,74 pontos porcentuais na comparação mensal. Também neste caso a comercialização está adiantada ante os 13,21% de igual período de 2020 e os 2,64% na média de cinco anos.

+ Colheita de soja atinge 1% no PR, diz Deral; 10% do milho verão está colhido

Milho

A comercialização de milho de Mato Grosso da safra 2020/21, que começa a ser plantada no Estado, atingiu 67,95% da produção esperada, informou o Imea. No começo de janeiro, 66,83% da safra estava vendida. A comercialização segue adiantada ante igual período de 2020 (64,44%) e a média de cinco anos (49,97%).

Da safra 2019/20, já foram negociados 99,53% da produção do Estado, segundo o Imea, um avanço de 0,91 ponto porcentual ante o mês anterior. Em igual período do ano passado, 100% da safra estava negociada, e, na média de cinco anos, 98,7%.

Quanto à safrinha 2021/22, que será plantada e colhida no ano que vem, Mato Grosso já comercializou 10,92% da produção esperada, contra 9,00% observados no começo do mês passado. A negociação também está adiantada ante os 2,0% de igual período de 2020 e os 0,40% da média de cinco anos.

Algodão

Mato Grosso já negociou 58,53% da safra 2020/21 de algodão, que está sendo plantada no Estado, informou o Imea, em relatório mensal. O avanço ante o começo do mês anterior foi de 4,11 pontos porcentuais. A negociação segue atrasada ante igual período do ano passado (74,34%) e a média de cinco anos (62,43%).

Da safra 2019/20, produtores do Estado já negociaram 90,24%, ante 87,66% no mês anterior. A comercialização também está abaixo de igual período de 2020 (94,67%) e da média de cinco anos (93,48%).

Quanto à safra 2021/22, a negociação atingiu 11,41%, avanço de 6,92 pontos porcentuais em um mês. As vendas seguem atrasadas ante igual período do ano passado (23,71%) mas estão adiantadas na comparação com a média de cinco anos (6,60%).

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?