Geral

Comercialização de milho no MT totaliza 77,34% da safra 2020/21, diz Imea

Crédito: Arquivo / Agência Brasil

O preço médio foi de R$ 70,26/saca, disse o Imea (Crédito: Arquivo / Agência Brasil)

São Paulo, 15 – A comercialização de milho da safra 2020/21 de Mato Grosso, que começou a ser colhida na semana passada, avançou 3,54 pontos porcentuais em relação ao último mês, totalizando 77,34% da produção. O preço médio foi de R$ 70,26/saca, disse o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em relatório.

+ Plantio de trigo no PR atinge 85% da área; colheita de milho estaciona em 1%

“O que pautou, em grande parte, o ajuste no volume comercializado foi a redução na produção esperada para a safra e não novas vendas do cereal, uma vez que os produtores seguem retraídos e aguardam o progresso da colheita para tomada de novas decisões”, disse o Imea. A venda da safra atual tem atraso ante a temporada anterior (85,11%), mas está adiantada ante a média de cinco anos (73,46%).

Para a safra 2021/22, a relação de troca favorável impulsionou o fechamento de negócios no último mês, segundo o instituto. Com aumento de 7,38 pontos porcentuais em relação ao relatório anterior, 23,33% da produção esperada já foi vendida, de acordo com o Imea. Mesmo com o avanço mensal, persiste o atraso ante igual período da safra 2020/21 (35,10%). O preço de negociação teve alta de 2,26%, para R$ 57,63/saca, segundo o Imea.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?