Negócios

Conab estima produção de 251,1 milhões de toneladas de grãos

Crédito: Jonas Oliveira/ANPr

Conforme a Conab, a produção de soja é estimada em 123,2 milhões de toneladas, recorde da série histórica (Crédito: Jonas Oliveira/ANPr)

São Paulo, 11 – A produção brasileira de grãos deve somar na safra 2019/20 251,1 milhões de toneladas, 3,8% mais que na temporada anterior. Os dados do quinto levantamento realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta terça-feira, 11, mostram que soja e milho impulsionam o resultado. A área total avança 2,5% nesta safra, para 64,8 milhões de hectares.

“O que marca esta previsão são as boas condições climáticas que favorecem a recuperação das lavouras, abatidas na última temporada pela estiagem nos Estados de maior produção. As culturas de primeira safra estão respondendo por 45,6 mil hectares, enquanto que as de segunda, terceira e de inverno, por 19,3 mil”, disse a Conab em nota.



Conforme a Conab, a produção de soja é estimada em 123,2 milhões de toneladas, recorde da série histórica, “graças à melhoria da distribuição das chuvas que sacrificaram a semeadura no início do plantio de muitos Estados”.

Já a produção total de milho chega a 100,5 milhões de toneladas, com um crescimento de 0,4%. Na primeira safra, em fase de colheita, a área cresceu 3,4%, para 4,25 milhões de hectares.

“O impulso deve-se às boas cotações do cereal no mercado. No Rio Grande do Sul, apesar do aumento de área, o rendimento deverá ser 1,8% menor, devido à estiagem que atinge a região”, diz a estatal. “Na segunda safra, Mato Grosso já adiantou 20% da semeadura, bem à frente de outros Estados. A expectativa é de um bom crescimento de área, graças à rentabilidade produtiva e às boas condições do tempo”, acrescenta a Conab.

Em relação ao algodão, a Conab espera crescimento de 5,3% da área em 2019/20, para 1,7 milhão de hectares. “A produção também bate recorde da série histórica, alcançando 2,82 milhões de toneladas de pluma. Por sua vez, o caroço chega a 4,23 milhões de toneladas, com 1,6% de crescimento frente à safra passada.”

Quanto ao arroz, a expectativa é de uma colheita de 10,5 milhões de toneladas na atual safra, crescimento de 0,6%. Para o trigo, que começa a ser cultivado em abril, a Conab espera manutenção da área de 2019, de 2,04 milhões de hectares.