• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias21/03/2022

Conab: tendência dos preços do trigo pode estimular crescimento da área plantada

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo21/03/22 - 18h25min

São Paulo, 21 - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) avalia que, apesar das altas de preço do trigo no mercado internacional em fevereiro, o balanço do mês foi de preços domésticos estáveis no Paraná, maior produtor nacional. "O motivo para isso foi a queda do valor médio do dólar no período. Entretanto, para o mês de março, o produto já apresenta alta de 10% em relação aos preços médios de fevereiro", diz em comentário sobre o mercado. "A tendência de preços elevados para o trigo pode estimular um aumento na área cultivada."

Para o superintendente de Inteligência e Gestão da Oferta da Conab, Allan Silveira, considerando-se o histórico dos valores de mercado e a área destinada para a cultura, "há um indicativo de que os produtores respondem quando os preços estão elevados". Mas ressalva que os custos de produção em alta podem limitar "o aumento esperado" na área plantada.

Ainda de acordo com a estatal, as cotações do milho também seguem em alta acompanhando o movimento no mercado internacional. "A quebra da primeira safra do cereal reduziu a disponibilidade do produto no mercado interno, resultando em uma queda nas exportações em torno de 7% quando comparada com o último ano. Ainda assim, é esperada uma elevação de 67% das exportações em 2022, o que retrata a expectativa de aumento da produção de milho de segunda safra."

Para a soja, o cenário também é de preços elevados, devido à quebra de safra na América do Sul e à atual situação geopolítica mundial. Além disso, os prêmios de porto no Brasil devem continuar altos mantendo preços internos da oleaginosa elevados, diz.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais