Notícias

Concurso da Illycaffè recebe inscrição de 970 amostras

São Paulo, 10- O 29º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso, o primeiro e maior concurso do gênero no Brasil, recebeu um total de 970 amostras inscritas. Na história da premiação, o número só fica abaixo da edição passada, em 2018, quando 1.174 amostras de café arábica foram registradas, informa a empresa, em comunicado.

O diretor-geral da Experimental Agrícola do Brasil e presidente da Comissão Julgadora do Prêmio, Aldir Teixeira, disse que “esse número de 970 é bastante expressivo, face as dificuldades que os produtores enfrentaram nessa safra”. Assim como na 28ª edição, as regiões que mais enviaram amostras foram o sul de Minas e o Cerrado Mineiro, com uma margem significativamente maior que as demais.

As outras regiões com representantes no 29º Prêmio são: São Paulo, Chapada de Minas, Matas de Minas, Centro-Oeste e Norte/Nordeste. Os melhores cafés serão selecionados por uma comissão julgadora, com especialistas nacionais e internacionais da illycaffè. Para o Prêmio Ernesto Illy – Nacional, serão selecionados 40 produtores finalistas, que concorrerão aos seis primeiros lugares. A revelação dos finalistas ocorrerá no mês que vem.

Os primeiros colocados da categoria Nacional serão conhecidos em março de 2020, juntamente com os premiados da categoria Regional, que terá até dois cafeicultores contemplados em cada um dos Estados/Regiões participantes. Todos os vencedores e finalistas receberão prêmios em dinheiro e diplomas. Desde 1991, o Prêmio Ernesto Illy distribuiu mais de R$ 5,6 milhões a cerca de 1.500 produtores, consolidando-se como um marco na cafeicultura brasileira para a produção de qualidade sustentável.