Notícias

Consultoria reduz estimativa de safra 2019/20 de trigo da Rússia

São Paulo, 14 – A consultoria russa de pesquisa agrícola SovEcon reduziu a estimativa de produção de trigo do país na safra 2019/20, de 82,6 milhões de toneladas para 82,2 milhões de toneladas. A revisão foi de 0,48% para baixo, ou 400 mil toneladas a menos. A perspectiva de exportação do cereal russo permanece em 37,5 milhões de toneladas. A estimativa para safra total de grãos do país foi cortada em 100 mil toneladas, para 127,1 milhões de toneladas.

As recentes reduções nas estimativas para a safra russa de trigo devem-se às condições climáticas desfavoráveis na região, com tempo quente e seco, que prejudicam o desenvolvimento do cereal, que foi recentemente semeado.

“A previsão pode ser diminuída ainda mais se o clima quente e seco permanecer durante o restante do mês de junho. Há defasagens também no plantio do cereal de primavera, em comparação com a média dos últimos anos”, disse a o analista de mercado Andrey Sizov, diretor da SovEcon.

Apesar da revisão, as estimativas permanecem acima do projetado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), no seu relatório de junho, de 79 milhões de toneladas de produção e 37,5 milhões de toneladas para vendas externas.

A Rússia é o maior fornecedor mundial do cereal. O aperto na safra russa somado ao plantio atrasado dos Estados Unidos pode ser altista para os futuros do trigo, negociados na Bolsa de Chicago (CBOT, na sigla em inglês).