Negócios

Cooperativas: Cocamar faz maior venda única de calcário agrícola, com 11 mil t

Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural

Foram 11 mil toneladas destinadas a áreas de plantio de soja em rotação com cana-de-açúcar no oeste paulista (Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural)

São Paulo, 25 – A unidade da Cocamar em Presidente Prudente (SP) consumou a maior venda de calcário, de uma única vez, da história da cooperativa, neste mês. Foram 11 mil toneladas destinadas a áreas de plantio de soja em rotação com cana-de-açúcar no oeste paulista, informou a cooperativa, em nota. Este volume é suficiente, segundo a nota, para cobrir 20 mil hectares.

+ Federarroz: produtores, cooperativas e indústria rejeitam retirada da TEC
+ Cooperativas gaúchas pedem juros menores e manutenção de exigibilidade de 30%

A venda faz parte de um programa da Cocamar para revitalizar áreas de cana e que conta com parceria das usinas Cocal, de Paraguaçu Paulista, Umoe Bioenergy, de Sandovalina, e Atvos, de Teodoro Sampaio. As terras são cedidas em arrendamento temporário para a Cocamar e serão cultivadas já nesta safra 2020/21 com soja por 70 produtores.

Segundo a cooperativa, os lotes recebem calcário e adubação aplicados pelas usinas, que investem na prática como a forma mais econômica de renovar as áreas de canaviais. Quando a soja é colhida, a cana é replantada.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro