Notícias

CPI da Covid tende a quebrar sigilo telefônico e fiscal de Carlos Wizard

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid deve aprovar nesta quarta-feira (16) a quebra dos sigilos telefônico, fiscal e bancário do empresário Carlos Wizard Martins. Ele é apontado como integrante do chamado “gabinete paralelo” que assessorou o presidente Jair Bolsonaro na pandemia.

Carlos Wizard foi convocado para comparecer à CPI, mas pediu para que o depoimento fosse coletado de forma virtual. O pedido foi negado pela presidência da CPI. O presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), anunciou na quarta-feira, 15, que pretende acionar a Justiça para garantir o depoimento, com a possibilidade de uma condução coercitiva.

Além disso, a cúpula da CPI da Covid vai pedir a retenção do passaporte de Carlos Wizard em território nacional até que o depoimento seja realizado. O empresário informou que está nos Estados Unidos para acompanhar o tratamento médico de um familiar.

O colegiado também pautou para esta quarta-feira a quebra dos sigilos telefônico, bancário e fiscal de sócios de empresas apontadas como fornecedoras de medicamentos sem eficácia comprovada e que participaram das negociações para compra de vacina indiana Covaxin.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?