Notícias

CredHome: Selic deve provocar pouca ou nenhuma alteração no mercado imobiliário

A decisão de corte na Selic para 2% publicada nesta quarta-feira, 5, pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM) deve provocar pouca ou nenhuma alteração nas taxas praticadas no mercado de crédito imobiliário, de acordo com a CredHome.

Para Bruno Gama, presidente (CEO) da CredHome, “os players de crédito imobiliário já estão operando com taxas mínimas a partir de 6,95% ao ano e, se fizerem alguma movimentação no sentido de redução, deve ser pequena e pontual”, apontou.

O Copom do Banco Central decidiu nesta quarta-feira, 5, por unanimidade, reduzir a Selic (a taxa básica de juros da economia) em 0,25 ponto porcentual, de 2,25% para 2,00% ao ano. Este é o nono corte consecutivo da taxa no atual ciclo.

Segundo a CredHome o corte hoje da Selic deve encerrar o ciclo de redução da taxa básica de juros iniciado no ano passado e intensificado em função da crise econômica provocada pela pandemia de covid-19.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro