• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 187 08.08Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 187 08.08Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias23/11/2021

Crédito imobiliário com recursos do SBPE cai 3,9% em outubro, diz Abecip

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo23/11/21 - 11h30min

O crédito imobiliário com recursos das cadernetas de poupança no Brasil foi de R$ 17,16 bilhões em outubro deste ano, queda de 3,9% em relação ao montante de setembro. Em termos anuais, entretanto, houve alta de 23,7%. Os dados foram divulgados nesta terça-feira pela Associação das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Segundo a entidade, o valor financiado nos 12 meses até outubro chegou a R$ 203,15 bilhões, alta de 86,2% ante os 12 meses anteriores.

No acumulado de 2021 até outubro, o montante financiado cresceu 85,4% ante o mesmo período de 2020, para R$ 171,85 bilhões.

No mês passado, de acordo com a Abecip, foram financiados 71,1 mil imóveis no País, queda de 3,7% em um mês. Na comparação com outubro de 2020, entretanto, o número de imóveis financiados subiu 56,2%. O dado inclui tanto financiamento a aquisições quanto a construções.

A Abecip afirma ainda que de janeiro a outubro deste ano, 734,4 mil imóveis foram financiados no País com o uso dos recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), um avanço de 126,2% na comparação com os dez primeiros meses de 2020, período afetado pela pandemia da covid-19.

Em 12 meses, os financiamentos com recursos da poupança chegaram a 836,55 mil unidades, alta de 117,2% em relação ao período de 12 meses anterior.

A Abecip também divulgou os resultados de captação da poupança SBPE. Em outubro, houve saques líquidos de R$ 5,97 bilhões, elevando as retiradas registradas no ano a R$ 31,6 bilhões. Entre setembro e outubro, o saldo da poupança SBPE caiu 0,4%, para R$ 787,1 bilhões - resultado ainda 0,5% maior que o registrado um ano antes.

A entidade destaca que apesar de outubro ser um mês tradicionalmente negativo, o cenário econômico pode ter influenciado nos saques em 2021. "Neste ano, em particular, essa tendência estatística pode ter sido agravada pelo desemprego, por inflação em alta e queda na renda, induzindo os titulares de cadernetas a utilizar parte de suas reservas para custear as despesas doméstica", afirma a associação.

O SBPE é uma das formas de financiamento ao crédito imobiliário do País, e utiliza rendimentos da caderneta de poupança para financiar os empréstimos.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
Abecip