Notícias

Cyrela: vendas líquidas no 2º trimestre somam R$ 818 milhões, queda de 57,3%

Em suas prévias operacionais do segundo trimestre de 2020, a Cyrela registrou uma queda de 57,3% nas vendas líquidas na comparação com o mesmo período de 2019, para R$ 818 milhões. No acumulado do primeiro semestre, as vendas somaram R$ 2,175 bilhões, recuo de 26,6%.

Os números mostram uma queda mais acentuada nas vendas de imóveis de alto padrão no trimestre, de 79% na comparação anual. Já na categoria Minha Casa, Minha Vida (MCMV), a queda foi de 11%. Os imóveis de médio padrão tiveram vendas 63% menores no trimestre.

De todas as vendas entre abril e junho, 17% foram de estoque de imóveis prontos, 63% de estoque em construção e 21% de lançamentos. A velocidade de vendas de lançamento atingiu 43% no trimestre.

Excluindo as permutas e tomando por base somente a participação da Cyrela nas vendas, o volume ficou em R$ 592 milhões no trimestre, queda de 56%. No semestre, o valor ficou em R$ 1,509 bilhão, recuo de 27,8%.

Os lançamentos da Cyrela somaram R$ 395 milhões no segundo trimestre, recuo de 81,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram cinco empreendimentos. Não foram realizados lançamentos de alto padrão no período. Para o MCMV, houve R$ 250 milhões em lançamentos, queda anual de 42,6%. No semestre, o volume de lançamentos atingiu R$ 2,039 bilhões, recuo de 22,5%.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro