Porteira Aberta

Decoy recebe R$ 810 mil

Crédito: Divulgação

Com o objetivo de expandir o portfólio de soluções biológicas para controle de pragas, a Decoy Smart Control recebeu R$ 810 mil em recursos públicos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Do total, R$160 mil serão para o desenvolvimento de solução para controle biológico do besouro cascudinho da granja, que causa prejuízos à avicultura. Os demais R$ 650 mil para pesquisa de produto biológico contra o ácaro varroa, que atinge a apicultura. De 2015 a 2020, a empresa já recebeu R$ 1,8 milhão em investimentos.

Carteira assinada
Mais de 100 mil vagas para o agro

Além de ser o único setor que cresceu por trimestres consecutivos na conta do Produto Interno Bruto (PIB), o agronegócio também ajudou o País na geração de empregos. Nos dez primeiros meses de 2020, foram registradas 102,9 mil novas vagas com carteira assinada, atrás apenas de construção civil (138,4 mil), segundo o Ministério da Economia. As atividades com maior número de abertura de vagas foram o cultivo de soja (16,2 mil), seguido de atividades de apoio à agricultura (15,3 mil); cana-de-açúcar (14,6 mil); criação de gado (11,1 mil); cultivo de frutas de lavoura permanente (8,5 mil); café (7,4 mil); e plantas de lavoura temporária (6,5 mil). O estado que mais abriu postos de trabalho foi São Paulo, somando 62,5 mil vagas. Em segundo, Bahia; seguido por Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Paraná. Ironicamente, foi o rápido avanço nas taxas de contaminação da Covid-19 que impulsionou as contratações: diante da pandemia, produtores e executivos da agroindústria se prepararam e contrataram trabalhadores reservas. Com o contingente extra separado por turnos, foi possível manter a segurança alimentar, a produtividade e a qualidade dos produtos. “Nós não podemos perder tempo quando se trata de agropecuária. Temos um momento exato para fazer colheita e para a ordenha. Há todo um sistema produtivo que precisa funcionar”, disse Bruno Lucchi, superintendente técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). As safras recordes e o aumento da produção de proteína animal também colaboraram para o saldo positivo.

Inovação
Novo polo no cerrado

O Parque de Exposições Granja do Torto (PGT), localizado no Distrito Federal, será transformado em um polo de inovação da agropecuária. O investimento na reestruturação do espaço ultrapassou os R$ 150 milhões e será realizado pela iniciativa privada.O projeto prevê sete iniciativas voltadas ao crescimento do setor por meio de inovação tecnológica. O PGT hospedará a Universidade CNA-SENAR, de nível superior e técnico, e um hospital veterinário, além de uma indústria de adubos e fertilizantes naturais. O Instituto Brasileiro de Equideocultura (IBEqui) estuda a possibilidade de ter uma sede no local. Até agora, o local servia como uma casa de campo para os presidentes da República.

Logística
Investimento para exportação

Divulgação

Para ampliar em até 11 milhões de toneladas a movimentação de cargas – sendo 8 milhões de toneladas para exportação de grãos e 3 milhões de toneladas para importação de fertilizantes –, a Rumo e o Grupo DP World assinam memorando para a construção de nova estrutura logística na margem esquerda do Porto de Santos (SP). O projeto prevê a instalação de dois terminais portuários que devem utilizar, predominantemente, o modal ferroviário para recepção e expedição de cargas. O início da construção está previsto para 2022 e as operações poderão começar entre 2023 e 2024.

Indicação
Nobel da paz para Alyson Paolinelli

Igo Estrela/PIXEL IMAGEM

Como reconhecimento de sua dedicação e preocupação com o meio-ambiente, o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz 2021. A iniciativa, orquestrada pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/Esalq), teve apoio massivo do setor. Paolinelli foi responsável pelo desenvolvimento da agricultura sustentável no Cerrado preservando a Amazônia, é praticante da agricultura de baixo carbono e atual presidente do Instituto Fórum do Futuro. A nomeação foi protocolada no dia 22 de janeiro de 2021, no The Norwegian Nobel Committee, pelo professor Durval Dourado Neto, diretor da instituição.

Estratégia
BRF mira receita de R$ 100 bi

Divulgação

É fato: a população mundial está crescendo, precisará se alimentar e as empresas brasileiras querem aproveitar a demanda. Caso da BRF que anunciou investimentos de R$ 55 bilhões, para gerar uma receita de R$ 100 bilhões até 2030. “Pretendemos nos consolidar como uma empresa global de alimentos de alto valor agregado. Nossa intenção é atuar de forma sustentável, sendo protagonista e agente de transformação”, disse Lorival Luz, CEO global da BRF.

Canavial
Plano de cinco anos

Divulgação

O crescimento do setor sucroenergético surpreendeu em 2020. A seu reboque, a ACP Bioenergia, empresa que atua no mercado agro e de bioenergia, colheu 2,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2020/2021, ante 2,4 milhões de toneladas de 2019/2020. Os 30 mil hectares da empresa estão distribuídos em três polos canavieiros nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Goiás. Para os próximos cinco anos, estão previstas a instalação do novo polo de cana, expansão para 50 mil hectares da cultura e produção de 4 milhões de toneladas.

Infraestrutura
Novo terminal para embarque de açúcar

Para aumentar a capacidade de movimentação de açúcar para exportação, a Usina Coruripe decidiu investir R$ 70 milhões na construção do terminal rodoferroviário Comendador Rubem Montenegro Wanderley, em Iturama (MG). A unidade começará a operar em 2022 e terá capacidade de movimentar cerca de 2 milhões de toneladas de açúcar em bruto por ano com destino ao Porto de Santos (SP). O projeto prevê a instalação de uma unidade moderna de transbordo rodoferroviário interligada à Rumo Malha Central (Ferrovia Norte-Sul).

Incentivo
Hub para biodefensivos

Divulgação

Diante da expansão da demanda por biodefensivos, a Koppert Biological Systems lançou o Gazebo, primeiro hub de inovação do segmento. O espaço hospeda, em parceria com o centro tecnológico São Paulo Advanced Research Center for Biological Control (SPARCBio), – localizado no campus da ESALQ/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), em Piracicaba (SP) – iniciativas que desenvolvem ferramentas para a correta adoção dos biológicos na agricultura. As startups interessadas devem se inscrever nas chamadas e desafios que serão lançados em 2021, já disponíveis no site do Gazebo.

Finanças
FS capta US$ 550 milhões

Divulgação

Diante do desafio de financiar seu plano para reduzir as emissões de carbono, a FS, usina brasileira de etanol de milho, recorreu ao mercado de capitais. A companhia captou US$ 550 milhões em títulos verdes, aderindo aos Princípios de Green Bonds, segundo avaliação da SITAWI, empresa de soluções e análises financeiras. Os títulos têm taxa de retorno de 10% e vencimento em cinco anos. O financiamento será destinado à implantação ou ao refinanciamento de projetos já existentes, além da compra de ativos capazes de beneficiar o meio ambiente. Participaram da operação, coordenada pelo Morgan Stanley, mais de 60 investidores.

Sustentabilidade
Novidades no índice B3

Divulgação

Marfrig, Suzano, Minerva Foods, Cosan, BRF e Klabin são as empresas do agronegócio incluídas na 16ª carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), na Bolsa de Valores (B3). O ISE é uma ferramenta que analisa a performance das empresas de capital aberto, sob o aspecto das práticas de governança ambiental, social e corporativa. Desde que foi criado, em 2005, o indicador de sustentabilidade apresentou menor volatilidade e melhor desempenho do que o Ibovespa. Neste intervalo, o ISE B3 valorizou 294,73%, enquanto o Ibovespa teve alta de 245,06%.