Notícias

Defesa de Witzel ainda avalia se vai entrar com recurso no STF ou STJ

A defesa do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), ainda analisa a melhor estratégia para contrapor decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que nesta sexta-feira (28) afastou do cargo o governador, investigado por suspeitas de integrar um esquema de corrupção.

Segundo o advogado Ricardo Sidi, ainda há tempo para entrar com recurso. O prazo mínimo é de cinco dias, que começam a contar na próxima segunda-feira (31); ou seja, a defesa tem até próxima sexta-feira para fazê-lo. Dependendo da estratégia, o pedido pode ser via Supremo Tribunal Federal (STF) ou STJ.

A procuradoria-geral da República investiga Witzel por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro. Ontem, a Justiça determinou que ele se afastasse de prédios do Estado, proibiu de se comunicar com funcionários e de utilizar os serviços do governo.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais